Campanha contra o Nónio alerta para violações de privacidade

AadM - 2018-01-13 12:01:00
Quem visitar alguns dos mais populares sites noticiosos nacionais pode ser convidado a registar-se na plataforma Nónio que reivindica um sistema de login único que facilita a vida aos utilizadores - mas há quem alerte para os riscos desta plataforma e a violação da privacidade dos utilizadores.Alguns dos maiores grupos de comunicação social nacionais aliaram-se para criar o Nónio, dizendo que com isso os utilizadores só precisarão registar-se uma vez para aceder a todos os sites abrangidos pela plataforma, e que com isso poderão oferecer conteúdos personalizados para cada utilizador.A questão é a mesma de sempre; quando um site está a "oferecer" algo gratuitamente, é porque os visitantes são o produto. E a aqui a plataforma Nónio encarrega-se de recolher o maior número possível de dados sobre cada utilizador. Quem lá for parar e optar pelo registo com base numa rede social, estará a ceder o seu email, nome, data de nascimento, foto de perfil e localidade.Como referido na página da campanha contra o Nónio, os leitores não deverão registar-se no Nónio, por dois grandes motivos: 1) violação de privacidade e 2) o efeito "filtros-bolha".Violação de privacidadeUma leitura da política de privacidade do Nónio, esta plataforma viola a sua privacidade porque recolhe através de cookies ou outras técnicas de fingerprinting os seguintes dados: o endereço IP de cada sessão, data e hora de acesso ao artigo, versão do navegador web e sistema operativo utilizado, resolução de ecrã, dados referentes à localização, pontos de acesso Wifi, assinatura canvas (que o website Nónio utiliza), entre outros. [...]